.24 de abril de 2016

A DIFERENÇA ENTRE CONSUMO E CONSUMISMO

Desde que resolvi fazer o meu projeto pessoal  #menosconsumismo, tenho procurado ler bastante sobre o assunto.
Dias desses, andei visitando o blog Oficina de Estilo e encontrei textos maravilhosos por lá. Um deles em especial, falando sobre a diferença entre CONSUMO e CONSUMISMO.



PARTE DO TEXTO DO BLOG OFICINA DE ESTILO

"...PORÉM, entendemos que consumo é bem diferente de consumismo. E temos bastante clareza de que consumo consciente pode ser exercitado até na Zara: uma pessoa que sempre comprou 6, 7 pecinhas por mês no fast-fashion e que, por reflexão ou amadurecimento, passa a comprar 1 peça por semestre ESTÁ PRATICANDO UM CONSUMO MAIS CONSCIENTE!
O negócio não é “deixar de comprar na Zara”, mas sim deixar de comprar em excesso, sem propósito. Se o orçamento só permite comprar no fast-fashion, então que se raciocine também essa compra: procurando qualidade, durabilidade, versatilidade — e quase principalmente avaliando quantidades! A gente não precisa de tanta coisa, de qualquer que seja a proveniência dessas coisas.
Vamos lembrar que: comprar loucamente produtos verdíssimos também é consumismo. Comprar produtos 100% éticos em excesso, sem precisar de verdade, também é consumismo. Comprar um zilhão de roupinhas usadas em sites que vendem de 2ª mão: consumismo. Seguindo esse raciocínio a gente não duvida que o mercado invente logo mais uma “black friday vegana”. Sacam?..."

Ou seja consumismo, é igual a excesso e que por sua vez é o mesmo que desperdício. Na minha cabeça, eu achava que para evitar o consumismo desenfreado, deveria parar de comprar, consumir...Mas não é exatamente assim que funciona. Não é necessário deixar de comprar, mas sim comprar de forma consciente, apenas se necessário. Isso evita o desperdício e nos faz praticar um consumo mais consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Viva essa Moda - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger